• administrativo@centraldoshospitais.com.br
    • (31) 3326-8001

Fundação São Francisco Xavier abre inscrições para Residência Médica 2021

Data:

Cadastro pode ser feito de 6 a 20 de outubro para o Hospital Márcio Cunha (HMC), em Ipatinga (MG) e Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC), em Itabira (MG)

A Fundação São Francisco Xavier (FSFX) informa que receberá inscrições para Residência Médica 2021 do Hospital Márcio Cunha (HMC), em Ipatinga (MG) e Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC), em Itabira (MG) no período de 6 a 20 de outubro. São 15 especialidades para residência no HMC, entre elas, anestesiologia, cardiologia clínica, cirurgia geral, clínica médica, ginecologia e obstetrícia (Veja abaixo a lista completa das especialidades disponíveis) totalizando 42 (quarenta e duas) vagas.

Para o HMCC, são três especialidades, clínica médica, pré-requisito em cirurgia área básica e medicina intensiva, totalizando 6 (seis) vagas. Dados da Coordenação de Ensino e Pesquisa da Fundação São Francisco Xavier (FSFX) mostram que, no ano de 2019, as quatro especialidades mais procuradas foram: anestesiologia, cirurgia geral, clínica médica e pediatria.

O HMC é, há 10 anos, referência no Brasil pela formação de ponta que oferece aos seus médicos residentes. Acadêmicos vindos de vários Estados do país, principalmente do Nordeste, fazem parte da história do hospital. O programa de residência dos hospitais tem como objetivo fundamental o aperfeiçoamento progressivo do padrão profissional e científico do médico e a melhoria da assistência à comunidade. Além de profissionais capacitados para atender nas mais diversas áreas da medicina.

“A residência médica é uma etapa fundamental na formação do médico. É o período em que, supervisionado, o médico residente aprofunda seus conhecimentos teóricos e práticos na especialidade de interesse. A FSFX compreende a importância desse momento, valorizando os programas de residência médica e buscando o aprimoramento contínuo dos mesmos.  O objetivo é a à formação de especialistas que vão prestar um serviço de qualidade à sociedade.”, afirma Milton Henriques Guimarães Junior, Coordenador do Ensino e Pesquisa da FSFX.

Com duração de dois a quatro anos, o programa é credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica do Ministério da Educação (CNRM/MEC). Realizada pela Associação de Apoio a Residência Médica de Minas Gerais (Aremg). As inscrições para a seleção podem ser feitas entre os dias 06 e 20/10/2020, pelo site www.aremg.org.br.

O edital completo está disponível no site www.fsfx.com.br.

Leia mais...

Fisioterapia da Casa Unimed Gov. Valadares reabilita pacientes que venceram a COVID-19

Data:

A Fisioterapia é fundamental para o tratamento de pacientes com COVID-19 e que derrotaram a doença. A atuação do Fisioterapeuta evita complicações cardiorrespiratórias. Também contribui para recuperar a capacidade pulmonar e motora de quem já se curou do vírus. A Clínica de Fisioterapia Casa Unimed oferece aos clientes o atendimento Pós-COVID.

A Jornalista e Publicitária, Valéria Alves (45), internada com o novo coronavírus por cinco dias no Hospital Unimed Gov. Valadares, é prova que cuidados fisioterapêuticos melhoram a qualidade de vida após a alta hospitalar. Valéria venceu a SARS-CoV-2 em 02 de agosto. A beneficiária não perdeu tempo e procurou a Casa Unimed.

Após encaminhamento do Médico Cooperado Otorrinolaringologista Dr. Rodrigo Morais, Valéria já melhora a capacidade respiratória. A Fisioterapeuta Ludmila Miranda acompanha as sessões. Segundo Ludmila, é comum pacientes apresentarem sintomas como fadiga, cansaço e falta de ar.

“Pacientes que apresentarem sintomas respiratórios por COVID-19 devem ser avaliados por um Médico após o período de infecção. Caso apresente alterações ou sintomas pulmonares que inicie a fisioterapia respiratória. O tratamento será individual, respeitando cada cliente. O foco é a retomada da vida, sem dificuldade”, disse.

Atendimento

Valéria Alves mora com a mãe, que é cardíaca e hipertensa, e com o irmão, que teve a doença. Acabou sendo infectada. Foi um drama familiar. O irmão recebeu alta da UTI no dia 01 de agosto e Valéria um dia depois no Hospital Unimed.

“Minha mãe teve dois filhos internados. Vencemos, mas não nos livramos da COVID-19. As sequelas são tradução disso. Me senti cansada. A Fisioterapia foi indicada e a Casa Unimed é referência. Melhorei a respiração e já consigo até correr. Estou na décima sessão e vou fazer mais”, expressou.

A Fisioterapia Pós-COVID-19 na Casa Unimed acontece às segundas, quartas e sextas, de 07h às 13h. Usuários do Plano de Saúde Unimed devem realizar agendamento até às 12h. Informações: (33) 3203-0128.

Leia mais...

1º Simpósio de Cardiologia Pediátrica do Hospital Vila da Serra

Data:

O Hospital Vila da Serra realiza no dia 29 de agosto, o I Simpósio de Cardiologia Pediátrica, quando serão debatidos os tratamentos mais modernos da área e que apresentam os melhores resultados.

Direcionado para pediatras, cardiologistas intensivistas pediátricos, enfermeiros e fisioterapeutas, o evento será online e gratuito. A programação completa pode ser conferida no link de inscrição no Sympla:

www.sympla.com.br/i-simposio-de-cardiologia-pediatrica-do-hospital-vila-da-serra__934232

As vagas são limitadas!

Leia mais...

Hospital Santa Lúcia conquista certificado de Acreditação Hospitalar ONA com apoio do CSC-Qualidade da Central

Data:

O Hospital Santa Lúcia de Divinópolis tornou-se o primeiro e único hospital no Centro-Oeste mineiro a possuir o Certificado de Acreditado pela ONA – Organização Nacional de Acreditação.

A Acreditação Hospitalar é um dos maiores reconhecimentos de qualidade que um hospital pode receber, pois confere credibilidade à instituição quanto à qualidade do serviço, responsabilidade, compromisso e cuidado no atendimento dos clientes. Uma das formas de se obter a certificação, é submeter a instituição periodicamente à auditorias externas próprias ao setor, com objetivo de assegurar que os serviços estejam de acordo com as melhores práticas de atenção à saúde e segurança do paciente.

Essa conquista reforça a capacidade da atuação do Centro de Serviços Compartilhados (CSC) da Central na obtenção de certificações diversas pelos hospitais, já que o Hospital Santa Lúcia é um dos hospitais vinculados ao nosso CSC-Qualidade. As atividades desempenhadas pelo CSC-Qualidade vem gerando resultados e reconhecimento entre as instituições, através de auditores e consultores capazes de implantar e gerir todo o sistema de qualidade institucional, por valores diferenciados e acessíveis aos nossos associados.

A Central dos Hospitais parabeniza o Hospital Santa Lúcia por essa conquista!

 

Leia mais...

Necessidade de atuação conjunta sobre a falta de sedativos e relaxantes musculares em todo país

Data:

O Dr. Reginaldo Teófanes, presidente da Central dos Hospitais, encaminhou uma solicitação à diversos órgãos competentes, atentando para que seja analisada a possibilidade ações conjuntas sobre a falta de sedativos e relaxantes musculares em todo o país, já que estes medicamentos são essenciais nos casos graves da COVID-19 e sua falta pode ter grandes impactos no índice de mortalidade no Brasil.

Confira na íntegra:

 

Leia mais...

Presidente da Central dos Hospitais presente na live sobre sustentabilidade dos hospitais durante a pandemia

Data:

Como garantir a sustentabilidade dos hospitais durante a pandemia?

Para responder a essa importante questão, a DRG Brasil e Planisa convidam três personalidades do setor produtivo de saúde, entre eles, Dr.Reginaldo Teófanes, presidente da Central dos Hospitais, para responder a essa importante questão e saber qual é caminho mais indicado e como o modelo pode ser reproduzido em todo o Brasil durante o atual contexto econômico.

A live será na segunda, dia 1º de junho, às 19h. Basta se inscrever no canal youtube.com/grupoiagsaude .

 

Leia mais...

Comunicado AGE: Negociações Sindicais sobre o fechamento ou adiamento de CCT, com apresentação dos cenários atuais

Data:

Prezado(a) Representado(a),

Dando continuidade às negociações, a Central dos Hospitais através do Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casas de Saúde de Minas Gerais (Sindhomg), realizará uma AGE (Assembleia Geral Extraordinária), no dia 19/05/2020 às 09:30.

Tema: definição das negociações com todos os sindicatos de Minas Gerais, acerca do fechamento, adiamento ou negociações de CCT, com apresentação dos cenários atuais.

Como estamos em situação de isolamento social, a AGE será realizada através de videoconferência e o link para participação será encaminhado apenas aos interessados que enviarem a procuração para o e-mail: administrativo@centraldoshospitais.com.br até o dia 18/05 às 12:00.

No e-mail deverá constar as informações de identificação da instituição e do participante: CNPJ, razão social, nome, Cargo (que deve ser, preferencialmente, Advogado, Gerente, Administrador, Diretor ou Coordenador do hospital/clinica ou pessoa com poder de decisão).

Votações Online no site:
As instituições cadastradas, que não puderem participar através da videoconferência, terão a opção de votar através do site. Novos pedidos de cadastro podem ser feitos para o e-mail acima, até o dia 18/05 às 12:00, mas podem não ser liberados antes da data da votação acima, casa haja grande volume de pedidos.

Leia mais...

Hospital Santa Rita dispõe documento de fiscalização e alerta para necessidade de atuação conjunta após denúncia do Coren-MG

Data:

O Hospital Santa Rita de Contagem-MG, recebeu uma denúncia oriunda do Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais (Coren-MG). De acordo com a publicação feita pelo Coren, nesta quarta-feira (06), os responsáveis por realizar a fiscalização no local, foram impedidos de conversar com os profissionais de enfermagem para apurar as denúncias relativas ao fornecimento de EPIs.

A Central dos Hospitais, como defensora das instituições de saúde do estado, identificou junto aos representantes do Hospital Santa Rita, que o Coren e, também, o Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais (CRMMG), já haviam feito uma visita no HSR no dia 24 de abril, conforme documento (link) e não identificaram nada comprometedor na ocasião. Além disso, os  hospitais, que estão sendo altamente fiscalizados, devem se preocupar com o controle de acesso às instalações em tempo de pandemia, principalmente de pessoas que não fazem parte do quadro de funcionários do hospital.

Durante esta fiscalização, foi questionado sobre a quantidade de EPI´s disponíveis na instituição, e as enfermeiras explicaram que nesse momento não há falta de EPI’s, porém estão usando com racionalização para evitar possível falta, por isso, algumas  medidas foram estabelecidas para controle do estoque e impedimento do uso em excesso, mas, segundo informa o documento (link), os EPI’s estão sendo fornecidos corretamente, principalmente aos funcionários que atendem em setores onde estão os pacientes suspeitos e confirmados da COVID-19.

Sobre a grave situação da pandemia, o Dr. Reginaldo Teófanes, Presidente do Hospital Santa Rita e da Central dos Hospitais, através de carta (link) que trata sobre estas denúncias, que muitas vezes são infundadas e/ou desprovidas de urgência, reforça seu pedido de união e diálogo neste momento.

Confira os documentos na íntegra:

Termo de Vistoria do Coren ao Hospital Santa Rita

Carta do Dr. Reginaldo Teófanes

Leia mais...

Seguindo a determinação do MP, SINDHOMG apresenta liminar pedida pelo SINMED acerca da disponibilização dos EPI’s nos hospitais de MG

Data:

A Central dos Hospitais recebeu a liminar, oriunda do SINMED e irá fazer a defesa do SINDHOMG, haja vista que não temos ingerência sobre os hospitais e clínicas de Minas Gerais.

No entanto, para podermos responder ao Ministério Público, é importante que cada hospital nos informe como está sendo a  disponibilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), devido às mudanças ocorridas sobre o uso destes itens nos últimos dias.

É sabido por todos que mundialmente há falta de EPI’s, mas, obviamente, os cuidados com os profissionais está sendo objeto de árduo trabalho em todos os hospitais, preocupados em atender à demanda de EPI’s para todos os profissionais que as leis/normas assim o determinam.

Reforçamos que, a busca pelos equipamentos gerou um movimento da Central dos Hospitais, que está realizando uma compra conjunta de EPI’s envolvendo vários hospitais, para facilitar o acesso à grandes vendedores que requisitam pedidos de grande volume, além de tentar criar uma lista de fornecedores parceiros e denunciar aqueles que estão se aproveitando do cenário para obterem lucros exorbitantes.

Gentileza avaliarem junto ao setor jurídico da sua instituição a melhor estratégia para sua empresa quanto a esta ação do SINMED.

Leia mais...

Comunicado urgente: possibilidade de compra de EPI’S em condições diferenciadas

Data:

Diante da situação de calamidade sobre a epidemia do Coronavírus, a Diretoria da Central informa sobre a Possibilidade de compras de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) importados da China.

A Central dos Hospitais irá realizar uma compra coletiva para hospitais e clínicas de Minas Gerais. Para isso, estamos levantando as necessidades de materiais dos nossos representados.

Como posso participar da compra?

Hospitais e clínicas interessados deverão consultar as diretrizes, preencher a planilha abaixo e enviar e-mail para: administrativo@centraldoshospitais.com.br até o dia 23/03 às 09:30.

Diretrizes para compra coletiva

Planilha para pedido de compra

Leia mais...